quarta-feira, 2 de agosto de 2017

313 - Terras de Capelins

Tálega

Continuamos a divulgar as localidades nossas vizinhas de além Guadiana, umas mais próximas, outras nem tanto, mas com todas elas existiram sempre boas relações, apesar das escaramuças verificadas temporariamente entre os dois reinos, políticos, são políticos, amigos é outra coisa.
Hoje damos a conhecer um pouco da nossa vizinha Tálega:


Tálega ou Nossa Senhora da Assunção de Talega (em espanhol:Táliga) é um município da Espanha, na província de Badajoz, Estremadura (reclamado por Portugal, ver Questão de Olivença), de área 31 km². Em 2012 tinha 767 habitantes (densidade: 24,7 hab./km²)

A fundação de Táliga remonta ao período medieval, sendo atribuída aos cavaleiros templários. Julga-se que os cavaleiros, que após a reconquista passaram a habitar o castelo de Alconchel, terão deslocado os habitantes mouros deste castelo para povoarem Táliga.Em 1297, com o tratado de Alcanices, passa a integrar o reino dePortugalNo início do século XVIII, possuía cerca de 100 habitantes e diversas herdades, tais como a de Alparragena, a de Valmoreno, a de Mentilhão e a de Monte da Vinha. Este município constituía até 1801 uma freguesia do termo de Olivença, com o nome de Nossa Senhora da Assunção de Talega ou Táliga (Nuestra Señora de la Asunción de Táliga em espanhol).Foi ocupada por Espanha em 1801. Em 1850, consegue a segregação de Olivença e é constituída em concelho próprio. Tem cerca de 800 habitantes. A sua construção de maior relevo é a igreja paroquial da Assunção, coroando a atraente praça de configuração irregular que ocupa um dos extremos da povoação. A sua arquitectura revela os traços alentejanos que a distinguem na Estremadura. O templo, de modestas proporções, de alvenaria caiada, cunhais de cantaria e torre de um só corpo e pouca altura que encaixa de forma não habitual na nave. Na zona superior da torre abrem-se campanários, rematados com um capitel. Na fachada apresenta portal oitocentista de desenho alentejano. No interior, uma nave única de cabeceira plana e abobado de aresta. Do lado da Epístola desenvolve-se um conjunto de capelas.


Tálega 



Sem comentários:

Enviar um comentário

446 - Terras de Capelins  História de Capelins  A Doação das Vilas de Terena e de Ferreira, por D. Fernando I, a sua filha a Infanta ...