quinta-feira, 20 de novembro de 2014

28 - História de Capelins

Os Visigodos nas terras de Capelins

Após a queda do Império Romano do Ocidente, cerca de 476, vários povos invadiram a Peninsula Ibérica, logo, Portugal e, o Alentejo. Desses povos, destacam-se os Visigodos, sobre os quais, a seguir se apresenta uma descrição. Não podemos deixar de referenciar esse povo, na história de Capelins - 5000 anos de vidas,  porque, encontram-se registados no IGESPAR, locais nas terras de Capelins, onde estão as suas marcas, no Moinho da Volta, ao fundo da Freguesia, onde o rio Guadiana era impedido de continuar o seu curso normal e obrigado a contornar um obstáculo, formando aí um espaço de defesa natural (Século V/VII). Assim, os visigodos, também são antepassados dos Capelinenses.


Moinho da Volta 1
CNS:13591
Tipo:Estrutura
Distrito/Concelho/Freguesia:Évora/Alandroal/Capelins (Santo António)
Período:Idade Média (Século V/VII.)
Descrição:Provável habitat (casa) do século V/VII, situado no topo de uma pequena elevação. À superfície encontra-se cerâmica de construção, comum, telhas e tijolo. A área de dispersão é muito reduzida e os materiais são escassos.
Meio:Terrestre
Acesso:-
Espólio:Cerâmica comum, cerâmica de ola, fragmento de limonite, argamassa de terra e cerâmica moída, fragmento de telha com desenho em estola, travessão de cabelo, fivela de ferro, cabo e chuço de ferro, pregos, carvões e fauna.
Depositários:-
Classificação:-
Conservação:-
Processos:S - 13591, 7.16.3/14-10(1) e 99/1(079)




Os Visigodos chegaram em força à Península Ibérica através dos Pirenéus, no princípio do século V. Vinham em nome do imperador do Ocidente, Honório, com o propósito de estabelecer a ordem na Península, que, na altura, estava invadida por Vândalos, Suevos e Alanos. Em 585, o reino visigótico anexou o reino suevo.Os Visigodos seguiam o arianismo. Para promover a fusão, ao nível religioso, Recaredo abjurou solenemente da religião ariana em 587, tornando o catolicismo a religião oficial do Estado.

No que diz respeito ao direito, a realeza esforçou-se para que se concretizasse a unificação do direito romano com o visigótico. Assim, em 654 dá-se a promulgação de um código uno, o Liber Judiciorum, doze livros de leis inspiradas no direito romano.
A monarquia visigótica era eletiva: o rei era escolhido pelos nobres, o que provocava grandes disputas entre as famílias mais poderosas, enfraquecendo a monarquia.
Apesar de dominarem política e administrativamente o território peninsular, os Visigodos nunca foram capazes de realizar uma colonização efetiva, visto serem, em número, inferiores à restante população da região.
O reino visigodo sucumbiu à invasão muçulmana da Península, que teve lugar em 711.
In Infopédia

Visigodos nas terras de Capelins 






Sem comentários:

Enviar um comentário

288 - Terras de Capelins  História de vidas de Gentes das terras de Capelins  Família "Romão" de Capelins e arredores  Co...