sábado, 18 de novembro de 2017

364 - Terras de Capelins: Faleiros - Ferreira de Capelins - Montejuntos 

História, lendas e tradições das terras de Capelins 

A Casa do Infantado instalou-se na Vila de Ferreira (atual Freguesia de Capelins) no ano de 1698 e, por consequência, logo a seguir verificou-se grande movimento de povoadores para estas terras que, decerto começaram a ser exploradas mais intensivamente, necessitando de muita mão de obra e, também devido aos privilégios concedidos! Assim, podemos verificar nos Assentos Paroquiais da Paróquia de Santo António (Capelins), que no ano de 1717, há exatamente 300 anos, foram realizados pelo Pároco Miguel Gonçalves Gallego, 4 matrimónios na Igreja de Santo António, nas seguintes datas e nubentes:

Dia 15 de Maio de 1717
Domingos Gliz, solteiro, com 
Izabel Roíz, (viúva de Manoel Nunes)
Ele - natural da Freguesia de São João - Sabugal - Guarda
Ela - natural da Freguesia de Santo António

Dia 01 de Agosto de 1717
João Dias, solteiro, com 
Joanna de Campos, solteira 
Ambos naturais da Freguesia de Santo António 

Dia 17 de Julho de 1717 
António Clemente, solteiro, com 
Izabel Gomes, solteira
Ele - natural de Celorico da Beira - Guarda
Ela - natural da Freguesia de Santo António 

Dia 04 de Outubro de 1717 
Pedro Afonço, solteiro 
Maria da Cruz, solteira
Ele - natural da Freguesia de São Tiago, Monsaraz 
Ela - natural da Freguesia de Santo António. 

Na constituição dos quatro casais, podemos verificar que três elementos do sexo masculino eram migrantes, vindo alguns de localidades muito distantes destas terras, que por aqui ficaram e, muito contribuíram para a identidade do povo capelinense. 

Casamentos de 1717 - 300 anos 


  



Sem comentários:

Enviar um comentário

460 - Terras de Capelins  Os Moinhos do rio Guadiana nas Terras de Capelins  Em Montes Juntos, aldeia que serviu de residência a di...