domingo, 10 de dezembro de 2017

229 - Terras de Capelins: Faleiros - Ferreira de Capelins - Montejuntos 
História, lendas e tradições das terras de Capelins 
A Benzedura da Constipação do Manoel da ti Rosa 
Como habitualmente, no domingo depois do jantar (almoço), o Manoel da ti Rosa, deixou o Monte da Zorra e foi para Capelins de Baixo para fazer a mudança semanal da roupa! Assim que entrou em casa e cumprimentou a mãe, ela viu logo que o rapaz vinha doente! Então, o que tens Manoel? Perguntou-lhe a ti Rosa!
Manoel: Ando muito constipado, até a cabeça me anda à roda e não consigo segurar o monco! Parece que apanhei uma carraspana!
Ti Rosa: Ai filho! Como é que apanhas-te essa carraspana tão grande? 
Manoel: Foi do frio que apanhei de noite! Esta semana era eu que tinha de me levantar às quatro da matina a dar a ração às bestas e levantava-me em ceroulas, vestia o pelico, mas mesmo assim, o frio era tanto que não me safei de apanhar uma grande constipação! 
Ti Rosa: Oh filho, tu não podes andar assim! Vamos ali à da nossa comadre Gertrudes para ela te benzer! 
Manoel: Oh mãe! Benzer-me da constipação? Nunca tinha ouvido que existiam benzeduras para as constipações! 
Ti Rosa: Há benzeduras, sim filho! Anda lá! 
O Manoel não teve outro remédio senão seguir a mãe até à Rua do Quebra, à casa da comadre Gertrudes, que não demorou em entrar em ação com a seguinte benzedura: 

Benzedura da constipação:
Jesus, que é o Santo nome de Jesus,
Onde está o Santo nome de Jesus, não entra mal nenhum.
Eu te benzo constipação, em louvor de Deus e do Senhor São Simão.
Se é constipação do Sol,
Eu te benzo em louvor de Deus e do Senhor Santo Maior.
Se é constipação do calor,
Eu te benzo em louvor de Deus e do Senhor São Salvador.
Se é constipação de vento,
Eu te benzo em nome de Deus e do Santíssimo Sacramento,
E se é constipação de ar,
Eu te benzo em nome de Deus e do Santo Amaro,
E se é constipação de ar frio com ar quente,
Eu te benzo em nome de Deus e do Senhor São Vicente,
E se é constipação de água,
Eu te benzo em nome de Deus e do Senhor São Tiago,
E se é constipação de água fria,
Eu te benzo em nome de Deus e da Virgem Maria.
Se é de frieza, eu te benzo em nome de Deus e de Santa Teresa,
E se é constipação que veio de corpo de criatura, repentina,
Eu te benzo em nome de Deus e de Santa Catarina,
Com esta santa segunda, com esta santa terça,
Com esta santa quarta, com esta santa quinta,
Com esta santa sexta, com este santo sábado e com este santo domingo,
Que é santo dia em que Nossa Senhora benzeu o bendito Filho e se achou bom.
Seja servido tirar a constipação do corpo desta criatura:
Da cabeça, da garganta, das costas, dos braços, do peito, da barriga, das cadeiras, das pernas e das conjunturas do corpo todas.
Onde eu ponho a minha mão põe o Senhor a Sua virtude;
Não é minha, é de Deus e da Virgem Maria.
Padre Nosso... Avé Maria! 

A benzedura, devia se feita durante nove dias, mas o Manoel à tardinha tinha de regressar ao Monte da Zorra, porque não podia perder a ceia (jantar), assim, a comadre Gertrudes rezou a benzedura duas vezes e depois mais duas antes de ele se ir embora! No dia seguinte, o Manoel já se encontrava muito melhor e, ao fim de três dias já não sentia nada! 
Mais uma vez, o Manoel da ti Rosa foi obrigado a acreditar nas benzeduras da sua comadre Gertrudes! 

Ferreira de Capelins



Sem comentários:

Enviar um comentário

288 - Terras de Capelins  História de vidas de Gentes das terras de Capelins  Família "Romão" de Capelins e arredores  Co...